constatações

Rui Vitória – Destacou-se ao serviço do Fátima, na altura na 2ª divisão B ao subir a equipa do distrito de Leiria à 2ª Liga. Já tinha uma passagem pelos juniores do Benfica em 056. Rapidamente foi captado o seu potencial enquanto treinador que gosta de equipas a pressionar bem a meio-campo e a jogar a alta velocidade pelos flancos. Saltou para o Paços de Ferreira onde foi 7º na primeira época da 1ª Liga com um score de 10 vitórias, 11 empates e 9 derrotas na sua primeira época na 1ª liga. Dali saíria no início da temporada seguinte para Guimarães. Da 2ª divisão B para um histórico do futebol português em 5 anos.

Bernard – Gana – 19 anos – Na equipa B do Vitória marcou 9 golos em 26 jogos no Campeonato Nacional de Seniores.

Gui – Costa do Marfim – 21 anos –  Contratado ao Sporting da Covilhã da 2ª liga. clube pelo qual jogou por 89 vezes.

André André – 24 anos – Filho do antigo consagrado do Porto André. Formado nas escolas do FC Porto, foi dispensado quando atingiu a idade de sénior. Andou pelo Varzim na 2ª liga e na 2ª B, sendo então o melhor jogador de uma equipa completamente massacrada pelos problemas económicos. Ainda fez meia época em 2010\2011 pela equipa B do Corunha pela qual apenas realizou 3 jogos. Não vingou na Corunha. Apareceu em Guimarães em 2012 depois de ter feito 12 golos em 33 jogos pelo Varzim na 2ª B em 2011\2012.

Hernâni – 22 anos – Aparece em Guimarães em 2012\2013, época na qual é raramente utilizado. Estava a cumprir uma transição penosa para o escalão sénior no Atlético (2ª Liga e 2ª B) com uma passagem por empréstimo ao Mirandela na 2ª B. Foi utilizado em grande parte dos jogos nestas duas equipas mas não era titular indiscutível. No ano passado explodiu na equipa B do Guimarães com 9 golos em 26 jogos no CNS.

Cafu – 21 anos – Formado nas escolas do Benfica. Escolha pessoal de Rui Vitória. Foi um dos melhores marcadores do campeonato nacional de juniores em 2011\2013 com 23 golos em 32 jogos. Em 2012\2013 na equipa B do Benfica marcou 1 golo em 22 jogos, facto que lhe valeu a dispensa. No CNS, marcou 6 golos em 22 jogos pela equipa B do Guimarães.

Nii Plange – 25 anos – Gana – Foi contratado pelo Sporting para jogar na equipa B em 2012\2013. Inicialmente veio como um extremo capaz de jogar a ponta-de-lança. Nessa temporada marcou 4 golos em 28 presenças na equipa B leonina. Sendo um jogador formado na escola do Feyenoord do Gana, pode-se dizer que é um jogador com escola. Rui Vitória adaptou-o a lateral-esquerdo com relativo sucesso dado que a extremo o jogador é demasiado expansivo na sua abordagem ao jogo, facto que não lhe permite na maior parte das vezes tomar boas decisões quando tem bola. A lateral, Rui Vitória deu-lhe um sentido mais pragmatico ao jogo e está a aperfeiçoar-se o posicionamento e o desempenho defensivo.

Alex – 22 anos – Contratado ao Santa Clara, este jovem que já passou pelos quadros do FCP, tinha uma passagem muito modesta de 3 épocas pelos açoreanos. Pouco utilizado na equipa principal do Vitória na época passada (3 jogos\1 golo) está a ter a oportunidade na equipa que merece.

Tomané – 21 anos – Formado nas escolas do clube, por lá permaneceu em idade sénior, sem grande eficácia na equipa B do clube. Foi emprestado por uma temporada aos Limianos. É uma das grandes esperanças do clube para o futuro.

Aqui estão, penso, 9 provas inequívocas em como as equipas B são realmente um sucesso, em como, nos escalões secundários existem muitos talentos (tanto de nacionalidade portuguesa como jovens estrangeiros) capazes de jogar ao mais alto nível e, em como, os grandes por vezes não dão espaço nos seus planteis a jovens com talento com pergaminhos nas suas formações. Creio também que os grandes deveriam olhar para estes exemplos: não é preciso gastar tanto dinheiro na aquisição de um atleta estrangeiro quando dentro deste país nas divisões secundárias do nosso futebol existem semelhantes talentos que só precisam de uma oportunidade para serem explorados. O clube português por vezes não aposta no jogador português porque o campeonato português tornou-se um autêntico oasis para os empresários facturarem com comissões dos estrangeiros (sem qualidade) que trazem.

Anúncios

3 thoughts on “constatações

  1. Boa tarde mais uma vez.

    Parece que hoje é o meu dia de comentar aqui na vossa casa, desta vez para corrigir dois factos apresentados neste vosso excelente texto sobre o sucesso das equipas B.

    1 – “Cafu – 21 anos – Formado nas escolas do Benfica”
    Não é verdade. Cafú iniciou o seu percurso nas escolas do Vitória, de onde apenas saiu para o Benfica no seu 2.º ano de Juvenil. Cafú fez posteriormente 3 anos na formação do Benfica e 1 ano na Equipa B. 5 anos na formação do Vitória e 3 anos na do Benfica não fazem de Cafú um produto das escolas do Benfica. Cafú foi formado nas escolas do Vitória de Guimarães e do Benfica.

    2 – Nii Plange foi adaptado por Rui Vitória a defesa direito e não a defesa esquerdo.

    Gostar

    • Caro Pedro Mendes,

      Não sabia que o atleta tinha sido iniciado nas escolas do Vitória de Guimarães. No entanto não é menos verdade que também tinha sido formado no Benfica visto que passou 3 anos na formação do clube. Defendo portanto que o jogador é um produto da formação dos dois clubes visto ter passado tempo suficiente na formação benfiquista para trilhar alguma evolução no seu jogo.
      Quanto ao Nii Plange, ficam aqui as minhas sinceras desculpas pelo erro cometido.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s