Fernando Santos será o próximo na guilhotina?

Já tinha noticiado o Jornal de Notícias durante a edição diária, mas durante a tarde estão a chegar rumores em fontes noticiosas não-oficiais de que Fernando Santos poderá estar por horas e até poderá ser já apresentado amanhã como o novo treinador da Seleção Nacional de Futebol.

Não o considerei há cerca de 1 semana atrás porque não acho sensato considerar-se um treinador que nem sequer estará no banco durante os jogos de qualificação. Para quem não sabe, o Fernando Santos está com uma multa imposta pela FIFA de 8 jogos de castigo após a expulsão do banco da seleção da Grécia nos oitavos de final do Mundial 2014, num jogo frente à Costa Rica. Isto fará com que Fernando Santos, caso seja o novo treinador, não possa estar presencialmente no banco durante quase toda a fase de qualificação. Apesar disso, continua em marcha um processo de redução da pena, e que ainda não foi resolvido.

Fora essa pequena (grande) questão, Fernando Santos é um treinador bastante competente e acho que irá ajudar-nos a marcar presença no Euro 2016. Tenho as minhas dúvidas se jogaremos um bom futebol com ele, mas pior do que já estava será impossível. Resta também saber se será uma opção a curto-prazo ou a longo-prazo, isto porque não considero o Fernando Santos o treinador de transição que esta Seleção precisa neste momento. Julgo que Jesualdo Ferreira / Vítor Pereira eram mais indicados para essas tarefas.

Por fim, espero que o trabalho que Fernando Santos desenvolver não seja deslavado quando for a altura de sair da cadeira. Isto porque o que mais temos visto ultimamente são treinadores portugueses que desenvolveram um trabalho meritório a ficarem com as carreiras completamente manchadas devido ao percurso na Seleção Nacional. Scolari, por exemplo, fez 2 campanhas brilhantes, uma média, e ainda saiu como culpado porque saiu da forma que saiu, ou porque não renovou a seleção. Carlos Queiroz, o mesmo que trabalhou e ajudou a desenvolver a Geração de Ouro, fez um Mundial aquém do esperado e os jogadores devoraram-no vivo. Agora, Paulo Bento, que ressuscitou a Seleção em 2010 depois da saída de Queiroz, fez um Europeu 2012 brilhante e conseguiu 2 qualificações, é “violado” na praça pública como se nunca tivesse feito nada para a Seleção e pela Seleção. Todos fizeram os seus erros, todos têm os seus defeitos, e considerei a saída destes 3 treinadores acertada e no momento certo. Apenas condeno a má imprensa que se fez e se faz à custa deles, negando qualquer benefício que tenham dado à Seleção Nacional. Mas não são os únicos, nem em Portugal nem no Mundo. E espero que isso não aconteça com o Fernando Santos caso ele faça um trabalho meritório.

Anúncios

3 thoughts on “Fernando Santos será o próximo na guilhotina?

  1. João,

    se a FPF contratar Fernando Santos, de antemão, com 8 jogos de castigos por cumprir em jogos oficiais será uma profunda estupidez. Mas, porque não optar por um sistema próximo daquele que a Suécia teve durante vários anos com uma liderança bicéfala constituída por um treinador de campo e um psicólogo, adaptando a ideia às nossas necessidades com um manager (Fernando Santos) e um treinador de campo como José Peseiro ou Jesualdo Ferreira? (falo da dupla Lagerback e Soderberg)

    Gostar

    • E eu concordo contigo. Julgo que seria uma escolha consensual por currículo na imprensa, e eu até gosto dele. Mas acho uma insensatez medonha contratar um treinador que não poderá dar o seu contributo onde mais interessa, nos 90 minutos de cada jogo, durante 8 jogos.

      Por acaso, na altura, resultou muito bem na Suécia. Não era nada a que me opunha, pessoalmente.

      Gostar

      • Depois de duas fantásticas participações da Selecção Sueca no Euro 2012 e no Mundial 2014, no qual a selecção sueca com uma nova fornada de jogadores talentosos (Henrik Larssen, Kenneth Andersen, Thomas Brolin, Dahlin, Patrick Andersen, Niclas Alexandersson, Roland Nilson, Jonas Thern, Schwarz) conseguiu atingir as meias-finais, e depois de dois fracassos consecutivos nas rondas de qualificação para o Euro 96 e para o Mundial de 98, provas nas quais a Suécia não marcou presença, quando, as expectativas e os objectivos federativos eram elevados (a Federação Sueca acreditava que a selecção poderia ser candidata à vitória no Euro 96), a Federação Sueca achou por bem, depois de aprofundados os motivos que levaram a selecção a falhar aquelas duas provas, inserir um psicólogo como treinador porque havia a crença que os jogadores suecos falhavam nos momentos chave da vida da selecção. Foi assim que Soderbergh chegou à selecção. Enquanto Lagerback trabalhava a equipa no campo, Soderbergh passou a trabalhar com os jogadores no plano psicológico. E a Suécia voltou à ribalta do futebol europeu em 2000, marcando presença em praticamente todas as fases finais de grandes provas internacionais disputadas até 2014 com resultados satisfatórios.
        Este caso pode bem servir de analogia aquilo que se pretende para o futebol português: as suas estruturas e os seus problemas de fundo\défices terão que ser, para bem do mesmo, discutidos abertamente e modificados com soluções que possam incrementar no futuro um aumento da competitividade das selecções, mais protecção ao jogador português, mais e melhor formação, uma estrutura federativa estável, composta por pessoas que conhecem os recantos mais íntimos do futebol português e conseguem ter a capacidade de apresentar soluções visionárias que consigam incrementar a qualidade do trabalho da FPF e consequentemente do futebol português.

        Eu pura e simplesmente não quero acreditar que Fernando Santos vai ser a escolha para o cargo. Não tenho nada contra o treinador e até acho que é o melhor candidato de nacionalidade portuguesa visto que é um dos únicos disponíveis que cumpre o requisito-base: experiência no trabalho à frente de selecções. O castigo de 8 jogos é que baralha tudo. Não podemos abordar os restantes jogos de qualificação sem um treinador no banco. Por mais que o treinador trabalhe durante a equipa durante as semanas nas quais irá dispor dos jogadores, ele é, naquela posição, a âncora que os guia em campo.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s