Dualidade de critérios

Se Maicon é muito bem expulso por esta entrada por Jorge Ferreira…

porque é que Samaris, com uma entrada do mesmo género sem bola, não o é por Hugo Miguel? É nestas pequenas coisas que sinceramente não consigo perceber a arbitragem em Portugal. A inexistência de critérios uniformes, desprovidos de emocionalidade para executar a lei indiferentemente da conjectura que se pode fazer do jogo aquando da tendência do resultado no momento da acção, a brandura dos critérios disciplinares em algumas acções que põem em risco a integridade física de colegas de profissão. Não percebo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s