Momentos #31

1ª parte – Marselha 1984 – O dia em que o herói francês Michel Platini e o herói impróvável Jean-François Domergue (segundo reza a história foi o convocado de última hora de Michael Hidalgo para suplantar a lesão de Yves Le Roux; entre 1984 e 1989 só faria 9 jogos pela selecção francesa, tendo feito os únicos 2 golos pelos Bleus naquele jogo no Velodrome) ofuscaram os melhores jogos das carreiras de Rui Jordão e Chalana.

Quando Nuno Gomes inaugurou o marcador no Heysel (re-baptizado Stade de le Roi Baudouin (Koning Boudewijn) depois da tragédia que ceifou a vida a dezenas de adeptos da Juventus e do Liverpool) todos nós estavamos a viver um autêntico sonho!

No início da competição, tínhamos dúvidas em relação ao potencial da nossa selecção. A qualificação tinha sido sofrida. A fase de qualificação para o Mundial de 1998 tinha sido repleta de casos: desde a expulsão injusta de Rui Costa (no Alemanha vs Portugal) ao soco de Sá Pinto em Artur Jorge. Até ao último momento, esperámos um deslize da Roménia que nos permitisse a qualificação directa. Conseguimos a qualificação como melhores segundos. Na altura vivia-se um autêntico clima de euforia no futebol português. Tínhamos ganho a organização do Euro 2004, víviamos os tempos áureos de Figo, de Couto, Rui Costa, Conceição, João Vieira Pinto, Nuno Gomes, de toda uma geração (cujo trabalho de base desde as camadas jovens até aquele momento era de 15 anos) que nos acalentava a possibilidade de atingir um dia as meias-finais de um europeu ou as meias-finais de um mundial.

O grupo não era fácil. A Inglaterra, embalada pelos Boys de Ferguson e por um conjunto de grandes jogadores de outros clubes como Sol Campbell, Seaman, Tony Adams, Alan Sharear, Owen, Mcmanaman, Southgate, Paul Ince, Steven Gerrard, Ian Wright ou Robbie Fowler era uma das principais candidatas à vitória do torneio. Ficou pelo caminho, graças ao célebre golo que dá o título a este blog. A Alemanha de Kahn, Babbel, Mehmet Scholl, Hassler, Kirsten, Mathaus, Jens Lehmann, Ballack, Dietmar Hamann, Jens Jeremies, Ziege, Deisler, Jancker, Bierhoff, Hans-Joerg Butt) era um colosso que, 2 anos depois da derrota que nos deixaria de fora do Mundial, naturalmente nos assustava. Ficou de fora devido à melhor exibição da carreira de Sérgio Conceição. A Roménia tinha vencido o nosso grupo de qualificação. Apurou-se mas antes provou com o fel com que nos tinha eliminado: um golo de Costinha nos últimos minutos.

A geração de ouro triunfava. Nos 3 jogos da fase de grupos e no jogo dos quartos frente à Turquia. Jogo no qual se bem se lembram, Figo trocou as voltas a um turco no lance do primeiro golo da partida.

Nuno Gomes marcava naquele fantástico volley. Mas a França tinha outros planos… A campeã mundial suou (Zidane suou) para nos eliminar de penalty naquele lance que todos, 14 anos depois, temos a bondade de perdoar a Abel Xavier.

Munique, 2006 – Como diz o típico ditado português “não há duas sem três” – A França seria novamente carrasca nas meias-finais de uma prova internacional por selecções. Das 5 vezes que atingimos esta fase, por 3 caímos contra os franceses. A espinha dorsal da nossa selecção era outra, construída por Mourinho no Porto. Acrescentada e valorizada com a experiência de Figo e a juventude de Cristiano Ronaldo. A história repetiu-se: num jogo de ocasiões de golo repartidas, Zizou capitulou o único erro de Ricardo Carvalho na marca dos onze metros. De nada valeu aquele penalty a Zizou senão a obtenção de uma medalha de prata na final que ficará para sempre marcada como o final de carreira inglório para o grande maestro do futebol gaulês.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s