cavalgadura do dia

“Quem deve ganhar a Bola de Ouro é quem venceu o Mundial… E Ronaldo não ganhou” – Michel Platini

 

Não gosto de comentar este tipo de assuntos. A luta “Messi\Ronaldo” é quase como, perdoem-me a expressão, medir pilinhas. Em Espanha, a loucura é levada ao expoente: na próxima semana, se Messi ultrapassar o Record de Zarra no jogo do Bernabéu, o jogo pode parar para homenagear o argentino. É uma ideia de loucos, tratando-se daquele superclássico, ainda por cima, uma ideia patrocinada pela Liga de Clubes Espanhola.

O presidente da UEFA é isto: um perfeito ignorante-tendencioso que ignora por completo a razão de ser que consubstancia o prémio: a atribuição ao jogador que na opinião de todos os stakeholders que o decidem, teve a melhor prestação durante um ano civil. Não é a temporada da primeira metade do ano, ou durante a segunda. Não é atribuído pelos golos que marcou ou pelos títulos que ganhou. É atribuído mediante um critério meritocrático de regularidade de excelência nas exibições durante 12 meses. Desculpem que vos diga: tendo em conta esse critério, não creio que sejam só Ronaldo e Messi os únicos capazes de o vencer. Robben, Ribery, Zlatan, Iniesta, Koke, Tevez, Pirlo, Angel DiMaria, Gareth Bale, Luka Modric, Yaya Touré, Edinson Cavani, Luis Suarez, Leonardo Bonucci, Gervinho, Xabi Alonso, Ivan Rakitic, Diego Costa, David Silva, Raheem Sterling, Philipp Lahm, Marco Reus são jogadores que nos encantam jogo após jogo, ano após ano.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s