Momentos #48

O Estádio Pasiensky na capital eslovaca foi também palco de uma cena violenta protagonizada por adeptos. Os adeptos de dois clubes de dois países que se consideram como “irmãos”, protagonizaram uma arrepiável cena de violência no desporto no jogo da Liga Europa que o Sparta de Praga bateu o Slovan de Bratislava por 3-o para a fase-de-grupos da Liga Europa.

Anúncios

Momentos #21

Alberto Aquilani, Josip Ilicic e o internacional sub-21 Federico Bernardeschi (especial atenção para este jovem jogador porque está aqui o próximo grande avançado da selecção italiana) foram os autores dos golos de uma vitória bastante fácil dos Viola frente ao Dinamo de Minsk, a equipa carrasca do Nacional da Madeira nos playoffs de acesso à fase-de-grupos da competição. A equipa bielorussia não mostrou, pelo que pude ver dos dois jogos realizados nesta fase da prova, a agressividade e o veneno no contragolpe demonstrado contra a equipa insular nos playoffs.

No lado Viola, depois de um mau arranque de campeonato (a equipa de Firenze é 10ª na tabela classificativa da Serie A) com apenas 6 pontos em 5 jogos efectuados, e depois de uma fase onde a equipa em geral e os seus pontas-de-lança (Gomez, Bernardeschi, Ilicic e Khouma Boubacar; Giuseppe Rossi está novamente lesionado por algum tempo) foram amplamente criticados pela imprensa pelo défice de golos resultante das suas paupérrimas exibições no que ao capítulo da finalização concerne, pode-se dizer que o jogo da Bielorussia serviu para 2 deste lote de 4 homens de ataque sentirem a necessidade de aguçar o engenho e apontar o ponto-de-mira correcto às balizas contrárias.

Do primeiro golo da partida, apontado pelo skilled Alberto Aquilani, aponto um registo de destaque de Borja Valera na jogada com um túnel que fez toda a diferença na jogada. Com a tirada de inteligência demonstrada no lance, o espanhol baralhou por completo o seu oponente, concentrou sobre si a marcação, permitindo assim uma adequada lateralização da bola para a subida do lateral e para a consecução do cruzamento sem oposição.