Tempos e resultados – Ligas Europeias

Liga portuguesa 3

Na Liga Portuguesa, os 3 grandes somaram os 3 pontos. O Sporting venceu em Penafiel por 4-0 com uma exibição categorica na 2ª parte e esteve quase a recuperar 2 pontos a Benfica e FC Porto.
Na Luz contra o Arouca, a equipa benfiquista viu Jonas marcar o seu primeiro golo na suada vitória frente ao Arouca, conseguida também no 2º tempo. No Dragão, o Porto também teve que puxar dos galões para derrotar um Braga que merecia muito mais que a derrota pelas claríssimas oportunidades de golo que construiu durante os 90 minutos.

A abrir a jornada, o Guimarães solidificou o excelente arranque de liga que está a realizar (os vimaranenses ainda só perderam 7 pontos em 7 jornadas) com uma vitória esclarecedora sobre o Boavista de Petit. A turma boavisteira vinha de 3 jogos sem perder.

Sem ganhar na Liga continuam Penafiel e Gil Vicente. Os homens de Barcelos empataram frente ao Estoril. A turma de José Couceiro também não está a conseguir transpor para o plano doméstico os bons resultados que tem conseguido na Europa onde, venceu categoricamente na quinta-feira o Panathinaikos na Amoreira.

Na próxima jornada, daqui a 3 semanas (primeiro teremos pausa para selecções e na semana seguinte irá disputar-se a 3ª eliminatória da Taça) o Sporting irá receber em Alvalade o Marítimo, o Benfica terá uma deslocação difícil ao estádio Axa para defrontar o Braga enquanto o FC Porto tem uma deslocação também muito difícil ao pesado terreno do Arouca.

Facto digno de registo é também o número de golos que se tem marcado em média nos jogos da Liga nas primeiras 7 jornadas: 2,46 golos por jogo. Numero fantástico para uma liga que era acusada há alguns anos atrás de ser uma das ligas europeias mais deficitárias neste capítulo.

liga espanhola 3

A nota de destaque óbvia da 7ª jornada da Liga Espanhola vai para a vitória do Valência sobre o Atlético de Madrid no jogo realizado no sábado no Mestalla. André Gomes marcou um dos golos (que grande golo, diga-se) na vitória dos chés contra os colchoneros.

Destaque também para a vitória do Barcelona no terreno do Rayo em Santa Maria de Vallecas (arredores de Madrid), vitória que permitiu aos catalães manter a liderança da prova e ampliar a diferença pontual para o campeão em título de 2 para 5 pontos.

No encerramento da jornada, Cristiano Ronaldo brindou o Bernabéu com mais uma exibição de gala coroada numa goleada por 5-0 frente ao calamitoso Athletic de Bilbao de Iker Muniain e Ernesto Valverde. Quem viu a partida na qual CR7 apontou mais um hat-trick (tem mais de 2 golos de média por jogo na Liga; 6\13) ficou com a ideia que Ronaldo poderia ter logrado marcar muitos mais, tal foi a apetência ofensiva demonstrada pelo português durante os 90 minutos.
A equipa de Valverde continua a varrer o anûs da Liga Espanhola, podendo estar para breve a demissão do técnico espanhol do comando dos bascos nesta que seria esperada a época de afirmação do clube basco na Liga Espanhola e nas competições europeias.

Destaque ainda para o fantástico empate a 3 bolas entre Eibar e Levante num jogo em que os bascos tiveram a vitória nas mãos por duas vezes e para a goleada imposta pelo Sevilla ao Deportivo no Sanchez Pizjuan por 4-1 no domingo de manhã, vitória que permite à equipa de Emery continuar a morder os calcanhares de Valência e Barcelona. A Liga espanhola está de facto muito equilibradíssima no topo da tabela, com 5 equipas separadas por apenas 5 pontos.

Na próxima jornada, dentro de 2 semanas, o Real Madrid vai ao Cidade de Valência defrontar o “aflito” Levante, o Athletic de Bilbao tentará reverter a série de maus resultados contra o Celta (a equipa de Vigo é para já uma das equipas sensação do campeonato em conjunto com o Sevilla) no San Mamés, o Barcelona recebe o Eibar em Camp Nou, o Valência vai a casa do facilmente transponível Deportivo (19 golos averbados em 7 jogos; dá quase uma média de 3 por jogo) enquanto o Sevilla vai ao terreno do Elche.

liga inglesa 2

Na Premier League, o principal destaque vai para a vitória do Chelsea por 2-0 sobre o Arsenal, afundando os Gunners na tabela classificativa (estão fora dos lugares europeus).

Em Old Trafford, assistiu-se ao primeiro jogo que Radamel Falcao decidiu a favor do United frente ao sempre difícil Everton de Roberto Martinez.

O City venceu em Birmingham o Aston Villa por 2-0 com dois golos tardios de Kun Aguero e Yaya Touré enquanto o Liverpool voltou às vitórias em Anfield Road frente ao West Bromwich Albion por 2-1.

Quem ocupou uma vaga nos lugares europeus nesta 7ª jornada foi o Tottenham de Mauricio Pocchettino, precisamente, após ter vencido a anterior equipa do técnico argentino, o Southampton de José Fonte. A realizar um excelente campeonato (3ºs com 13 pontos), os Saints viram a sua cavalgada na tabela interrompida pelo Tottenham graças a um golo do “cérebro da nova máquina” de Pochettino, o dinamarquês Christian Eriksen, adversário de Portugal na caminhada para o Euro 2016. Esperemos que Eriksen faça uma péssima exibição frente à turma das quinas no jogo da próxima semana.

Na próxima jornada, como a Premier League tem equipas expcecionais para nos dar um jogo grande por jornada, teremos como cabeça-de-cartaz o jogo que vai opor o Manchester City ao Tottenham no City of Manchester. As duas equipas estão separadas por 3 pontos na tabela classificativa. Os Citizens são segundos a 5 pontos do líder Chelsea. Os Spurs, sextos na tabela, poderão galgar mais lugares caso vençam na grande cidade industrial inglesa.
O Arsenal recebe o Hull City no Emirates. O croata Nikica Jelavic é um homem a ter em conta pela frágil defesa dos Gunners. O croata leva 4 golos em 7 jogos. O Chelsea joga um derby de Londres frente ao Crystal Palace enquanto Liverpool e United vão respectivamente aos terrenos de QPR (lanterna vermelha) e West Bromwich Albion.

liga italiana 2

Na Liga Italiana, a Juventus tornou-se a única equipa invicta no campeonato à 6ª jornada devido ao facto de ter derrotado a outra que mantinha o mesmo estatuto, a AS Roma de Rudy Garcia. Os Romanos não contarão com o técnico francês no banco na recepção ao Chievo na próxima jornada.

A Fiorentina bateu categoricamente o Inter por 3-0 no Artemio Franchi enquanto o Milan aproximou-se dos primeiros lugares com a vitória sobre o Chievo por 2-0 no San Siro. A Sampdoria continua a dar cartas nesta Serie A com uma vitória pela margem mínima (golo do internacional italiano Manolo Gabbiadini) sobre a Atalanta de Bérgamo.

Na próxima jornada, os jogos grande serão disputados entre Fiorentina e Lazio em Firenze e Inter e Napoli. Ambas as equipas precisam de vencer para ascenderem novamente aos lugares europeus. A Juventus irá a Sassuolo cilindrar a equipa de Eusébio Di Francesco. O lugar do antigo internacional italiano no clube da Emília-Romagna está novamente em risco. Não será de admirar que em caso de derrota contra a equipa de Turim, o presidente do clube Carlo Rossi perca a paciência com o técnico e, dentro de mês e meio, caso o novo treinador não apresente resultados, volte novamente a contratar o técnico despedido. É recorrente em Itália existirem essas situações de técnicos que são despedidos e readmitidos várias vezes após o despedimento daqueles que os sucederam.

O Milan vai ao terreno do Hellas Verona de Luca Toni e Javier Saviola, equipa que mesmo apesar de ter perdido o seu maior artista (na temporada passada) Juan Manuel Iturbe para a AS Roma (adquirido ao FC Porto e vendido à equipa Romana) tem ameaçado lutar pelos lugares europeus. O Hellas é uma equipa muito experiente, composta por jogadores como Luca Toni, Javier Saviola, Rafa Marquez, Lazaros Christodoupoulos, Panagiotis Tachsidis, Nenê (ex-Nacional da Madeira) ou Bosko Jankovic.

Marselha

On-fire na Ligue 1 continua o Marselha de Marcelo Bielsa. A equipa de Marselha perdeu recentemente Mathieu Valbuena para o Dinamo de Moscovo, mas, pelos vistos tal transferência não abalou uma equipa que gosta de atacar com lascividade e pressionar alto durante grande parte do jogo, como de resto gosta El Loco, alcunha ganha por Bielsa na argentina devido ao facto das suas equipas falharem nos momentos-chave por causa do pressing a todo o campo que o argentino pretende por em marcha em todas as equipas que orienta durante 70 minutos.

Na 9ª jornada, a equipa de Bielsa foi a Caen vencer a equipa local por 2-1 com mais um golo (tardio mas salvador) de André-Pierre Gignac aos 93 minutos a dar os 3 pontos à equipa que tem como lema “droit au but” – “directos ao objectivo” – de serem campeões novamente, claro.

Gignac deu 3 pontos fulcrais à equipa marselhesa numa jornada em que:

– Os Girondinos de Bordéus perderam no terreno do Reims por 1-0. O cabo-verdiano Odair Fortes marcou o único golo de uma partida onde os girondinos de Tiago Ilori não conseguiram meter velocidade nos seus processos ofensivos para ultrapassar a muralha defensiva do Reims. Esta equipa do Reims, apesar de ocupar um modesto 16º lugar na tabela classificativa da Ligue 1 é uma equipa que gosta de jogar essencialmente num bloco defensivo baixo e sair rapidamente no contra-ataque por intermédio dos flancos, ora pelo cabo-verdiano Odair Fortes (em minha opinião, o jogador mais dotado tecnicamente da equipa) ora pelo flanco contrário onde se posiciona o internacional cabo-verdiano Benjamin Moukandjo.

– No grande jogo da jornada, o PSG perdeu mais 2 pontos (já são 12 os perdidos no total deste campeonato à 9ª jornada pela turma de Laurent Blanc no campeonato) ao empatar com o Mónaco de Leonardo Jardim no jogo grande da jornada disputado no Parc des Princips:

As falhas da defensiva parisiense deverão estar neste momento a incomodar o sossego do seu treinador.

Na próxima jornada, o PSG irá ao terreno do Lens, o antepenúltimo classificado da Ligue 1 enquanto o Mónaco recebe o Evian, o Marselha o sempre difícil Toulouse e o Bordeus o Caen. À espreita por um lugar nas competições europeias estão o Lyon e o Montpellier (de jogadores como Geoffrey Jourdain, Hilton, Siaka Tiéne, Lucas Barrios, Victor Montaño), duas equipas que irão jogar entre si na 10ª jornada.

liga alemã

Na Liga alemã destaque para mais uma goleada do Bayern de Munique por 4-0 frente Hannover, vitória que reforça o estatuto de líder dos bávaros numa jornada em que o Dortmund de Klopp voltou a perder no Westfallen Arena, desta feita frente ao modesto Hamburgo. O Hamburgo venceu pela primeira vez na Liga ao fim de 7 jornadas e está, imagine-se apenas a 3 pontos do Borussia de Dortmund. Outro dos contenders, o Bayer de Leverkusen empatou em casa contra o Paderborn a 2 bolas.

Na próxima jornada, o Bayern de Munique recebe a traiçoeira equipa do Werder Bremen. Os homens de Robin Dutt estão no último lugar com 4 pontos fruto de 4 empates e 3 derrotas. São uma equipa que gosta essencialmente de jogar em contra-ataque. O Bayer de Leverkusen vai ao terreno do Estugarda (a equipa orientada por Armin Veh ainda só ganhou por 1 vez este ano; tem jogadores como Gotoku Sakai, Karim Haggui, Moritz Leitner, Oriol Romeu, Christian Gentner, Adam Hlousek, Filip Kostic ou o avançado sérvio Vedad Ibisevic) enquanto o Borussia de Dortmund terá forçosamente de ganhar no terreno do Colónia.

Anúncios

De Penafiel

Da excelente exibição do Sporting por terras durienses ficam na retina:

– uma maior coesão dos centrais. Naby Sarr a exibir-se a um nível mais elevado perante uma equipa do Penafiel que coloca uma velocidade medonha nas transições em contra-ataque.

– Nani. É o autêntico playmaker desta equipa. Se a equipa optar por flanquear o jogo através da sua forma clássica (combinação entre lateral e extremo com um destes a cruzar) sabemos que tanto Nani como Jonathan Silva tem uma capacidade de cruzamento acima da média, Jefferson e Capel tem uma capacidade mediana e Cedric já teve melhores dias neste capítulo. Carrillo e Héldon são um profundo desastre neste capítulo. Se a equipa flanquear o jogo e apostar no desequilíbrio criado através da combinação entre lateral e extremo, com um deles a entrar na área pelo flanco, temos aí o melhor jogo do português e o melhor jogo do peruano. Com resultados à vista. Se o internacional português tentar flectir para o meio, é mortífero no remate em qualquer uma das alas com os dois pés.

– Slimani: uma cabeçada fantástica e um golo portentoso com os pés. O argelino está a calar quem tem insistindo ultimamente na crítica ao seu jogo de pés. Está a melhor a olhos vistos na finalização com os dois pés e acima de tudo, já se sente confortável em vir fora da área arrastar as marcações, receber de fora e encaminhar a bola para um companheiro vindo de trás.

– O golo de Montero, 8 meses depois do último golo. O colombiano sentiu que aquela bola poderia alterar a sua sorte. Cerrou os dentes e empurrou uma bola que ia com uma velocidade estonteante, muito difícil de alcançar para muitos pontas-de-lança. A sorte protege os audazes. Esperemos que o Colombiano saia do banco para facturar muitos mais durante esta temporada.

breves #20

Bruno de Carvalho –

bruno de carvalho 3

Na visita realizada hoje ao Nucleo Sportinguista de Elvas, o presidente do Sporting abordou o clássico de ontem, disparando em todas as frentes contra FC Porto e Benfica:

«Só por infelicidade é que o Sporting não venceu o jogo de ontem. O FC Porto pensava que vinha a Alvalade e eram favas contadas, mas nós não somos o BATE Borisov. Parece que se recuperou a velha máxima de ´quem não chora não mama`. Os que prevaricam acabam por ser ilibados»

«Dá-me vontade de rir quando vejo dirigentes do FC Porto falarem de arbitragem e, do outro lado da Segunda Circular, o `limpinho limpinho´ também continua bem vivo”

Liga Apertura (México)

Nem só de pokers vive Cristiano Ronaldo. Durante a madrugada de hoje, a contar para o Apertura da Liga Mexicana, o ala internacional mexicano Miguel Layún (jogador que confesso não perceber como é que ainda não veio jogar para um clube europeu) marcou 4 golos ao Santos Laguna, equipa que é orientada pelo português Pedro Caixinha na vitória por 4-1 da equipa da capital mexicana.

Chelsea

Chelsea

A equipa de Mourinho aplicou 3 sem resposta ao Aston Villa em Stamford Bridge. Os Blues mantem a liderança isolada da Premier League.

 

Tempos e Resultados

É altura de visitar as tabelas classificativas dos principais campeonatos europeus e traçar algumas notas sobre o rumo dos campeonatos europeus, analisando com brevidade resultados e classificações no presente e antecipando a próxima jornada. (print screens do Zerozero.pt)

Liga Portuguesa:

liga portuguesa

Com o Benfica na liderança isolada da Liga, a 6ª jornada trás um jogo que poderá fazer cimentar a liderança da equipa encarnada. Sporting e Porto jogam em Alvalade um jogo cujo resultado final será sempre favorável à equipa de Jorge Jesus.

O Benfica visita o Estoril. A equipa comandada por José Couceiro iniciou este campeonato de forma muito intermitente com apenas 1 vitória. Nenhuma transição de ciclo é fácil, muito menos quando a transição que está a ser realizada por Couceiro tem como objectivo manter o nível que a equipa Estorilista construiu com Marco Silva e com um conjunto de jogadores (Jefferson, Carlos Eduardo, Steven Vitória Evandro, Licá) que já não estão na equipa da linha. O jogo contra o Estoril não será fácil para a equipa de Jorge Jesus visto que poderá moralizar os estorilistas para se galvanizarem de forma a conquistar um bom resultado e inverter os maus resultados obtidos nas primeiras jornadas.

Em destaque nas primeiras jornadas de campeonato, Rio Ave e Vitória de Guimarães tem jogos com um grau de dificuldade elevado em Braga e no Funchal. Sporting de Braga e Marítimo aparecem à entrada para a 6ª jornada à porta dos lugares europeus. Em caso de vitória destas duas equipas, a equipa Maritimista pode subir para o top-3 da Liga e a equipa Bracarense deverá entrar em lugares europeus.

O Belenenses quer dar seguimento em Paços de Ferreira um início de temporada muito risonho. Terá a equipa de Lito Vidigal, Nélson, Miguel Rosa, Fredy e Deyverson capacidade para lutar por um lugar europeu?

Luta de aflitos: O Boavista recebe no Bessa o Gil Vicente. Boa oportunidade para a turma de Petit cavar alguma diferença para a linha-de-água perante um Gil que recentemente mudou de treinador. José Mota é promessa de um futebol mais agressivo e acutilante para a turma presidida por António Fiúsa. Os boavisteiros estão moralizados pelos 4 pontos conquistados nos últimos 2 jogos, sobretudo pelo saboroso empate arrancado no Dragão.

Liga Espanhola:

liga espanhola 2

La Liga é liderada pelo Valência. A equipa ché iniciou o campeonato a todo o gás. Ainda ontem, com uma exibição colectiva e individual fantástica, caso de André Gomes, a equipa da comunidade Valenciana bateu o lanterna-vermelha Córdoba por 3-0. Ascendendo à liderança devido ao empate do Barcelona no dia anterior frente ao Málaga, a equipa Valenciana tentará no domingo dar sequência aos excelentes resultados numa deslocação muito difícil ao Anoeta, estádio onde mora uma Real Sociedad com aspirações europeias.

Na próxima jornada da Liga Espanhola, o Real Madrid tem uma deslocação de dificuldade média ao terreno do Villareal. A equipa de Giovanni dos Santos e Cani também tem como objectivo a conquista de um lugar europeu.
O Barcelona recebe o Granada em Nou Camp. Prevê-se uma vitória fácil para os catalães.
Já o Atlético de Madrid de Simeone recebe o sempre difícil Sevilla amanha no Vicente Calderón. A equipa Sevillana chega ao reduto do campeão com mais 2 pontos na tabela e com um futebol muito pragmatico no qual para já não se acusa a saída de dois dos seus principais jogadores na temporada 13\14: o croata Rakitic e o lateral-esquerdo Espanhol Alberto Moreno (actualmente no Liverpool). Denis Suarez e Carlos Bacca tem estado em destaque nas primeiras jornadas da Liga Espanhola.

Em destaque por motivos negativos está o Athletic de Bilbao de Ernesto Valverde. A equipa basca está a sofrer da mesma maleita da Real Sociedad na época passada. Arrancando mais cedo que as restantes equipas da Liga em virtude da participação no playoff da Champions, a equipa de Bilbao protagonizou um dos piores arranques da história do clube nas primeiras 5 jornadas, podendo efectivamente estar a pagar pela participação da Champions. Aconteceu o mesmo com a Real Sociedad no ano passado. Os homens de San Sebastian conseguiram dar a volta ao texto com o desenrolar dos acontecimentos. Vamos ver se a equipa de Valverde não se afunda. Na 6ª jornada, antes da deslocação ao terreno dos bielorussos do Bate Borisov para a Champions, a equipa basca pode remontar na tabela se vencer o Eibar.

ronaldo 3

Na lista dos melhores marcadores, Ronaldo distanciou-se do goleador do Valência Paco Alcácer e do companheiro de equipa Gareth Bale.

Liga Italiana

liga italiana

Juventus e Roma continuam invencíveis na liderança da Série A. A Roma, catapultada por grandes exibições de Gervinho ainda não perdeu. Marcando os mesmos golos que a Juve em 4 jornadas, a equipa Romana só concedeu um golo. A equipa de Allegri ainda não concedeu nenhum.

São seguidas por Udinese, Inter e Sampdória. A turma de Mazzarri tem vindo a demonstrar muita coesão defensiva (Medel e Vidic endireitaram uma defesa muito permissiva; apenas 1 golo sofrido em 4 jogos).

A Fiorentina é apenas 9ª. A equipa está a praticar um futebol interessante neste arranque de época. Contudo, a equipa tem acusado um défice enorme no capítulo da finalização. Com Giuseppe Rossi novamente lesionado, Mário Gomez, Juan Cuadrado, Joaquin, Khouma Boubacar ou Bernardeschi não tem conseguido capitalizar o caudal de jogo que é construído pelas unidades ofensivas da equipa. Contra o Sassuolo, a equipa de Firenze dispôs de 10 oportunidades de golo. Borja Valero, por exemplo, mandou duas bolas aos postes contra a equipa de Eusébio DeFranceschi.

Na 5ª jornada da Série A, a Roma inaugura a jornada contra o Hellas Verona de Luca Toni enquanto a Juventus vai a Bergamo jogar contra a mediana Atalanta.
No domingo, o Inter recebe o Cagliari de Zdenek Zeman, actual lanterna vermelha da liga. A equipa de Mazzarri deverá vencer com alguma facilidade a partida com a equipa orientada pelo histórico treinador checo.
O Milan desloca-se a Cesena enquanto Torino e Fiorentina, as duas representantes do país na Liga Europa, jogam em Turim. Ambas as equipas procuram retomar aos bons resultados. A equipa de Turim ainda não conseguiu ultrapassar as saídas dos seus jogadores mais influentes: Alessio Cerci e Ciro Immobile.

Liga Inglesa:

liga inglesa

Com o Chelsea na liderança após 5 jornadas, no topo da tabela aparecem algumas surpresas: desde logo o Southampton de José Fonte. Quando se esperava algum decréscimo de rendimento da equipa derivado das vendas de jogadores-chave da temporada passada (Dejan Lovren, Adam Lallana, Ricky Lambert, Luke Shaw) a equipa agora orientada pelo nosso conhecido Ronald Koeman, reforçou-se com jogadores como Graziano Pellè (ex-Feyenoord) o médio defensivo Morgan Schneiderlin, o lateral Ryan Bertrand (ex-Chelsea) ou Sadió Mane e está a conseguir manter o nível obtido em 13\14. A segunda surpresa deste início de temporada é o Aston Villa. Arredados desde há muitos anos da luta por lugares europeus, a equipa de Birmingham tem sido catapultada para os primeiros lugares graças às excelentes exibições do mais recente eleito de Roy Hodgson para a selecção dos três leões Fabian Delph.

Manchester City e Manchester United tem cometido alguns deslizes neste inicio da temporada. A equipa de Manchester perdeu contra o Leicester City de Esteban Cambiasso e Charlie Adam em casa enquanto a equipa de Van Gaal teve um péssimo arranque de temporada, muito por culpa das borlas que a sua refeita defesa deu nas primeiras jornadas. Não é que o holandês dê muita importância ao comportamento defensivo da equipa pois é um daqueles que não se importa de sofrer 4 golos desde que marque 5. No entanto, numa liga tão equilibrada com equipas tão poderosas do ponto de vista ofensivo, a equipa de Manchester não irá a lado algum quando continuar a sofrer 5 golos de equipas com o nível do Leicester City, apesar, de, como referi, esta equipa do Leicester ter vendido no City of Manchester num jogo onde defendeu de forma exímia perante um sufocante Manchester City.

Na 6ª jornada da Premier League, o jogo grande é o excitante derby Londrino entre Arsenal e Tottenham. A equipa de Wenger pretende colar-se ao Chelsea (recebe o Aston Villa em Stamford Bridge). A equipa de White Hart Lane tem feito um arranque mediano. Vencer o Arsenal não só servirá para a equipa aproximar-se dos lugares europeus como, obviamente, servirá como uma dose de confiança para os próximos compromissos da equipa sediada no Norte de Londres.
O United de DiMaria e Falcao irá receber o West Ham (8º com 7 pontos), o Liverpool de Brendan Rodgers jogará mais um excitante derby daquela cidade contra o Everton enquanto o City vai ao terreno do Hull City.

Liga Francesa

liga francesa

A Ligue 1 está a ser dominada por ora pelo Marseille de Marcelo Bielsa. Apesar desta equipa ter vendido recentemente o seu playmaker Mathieu Valbuena ao Dinamo de Moscovo, Marcelo Bielsa tem feito valor o seu clássico modelo de jogo. A equipa marselhesa tem entrado muito dominadora nas partidas com vontade de marcar cedo, pressionar alto, consolidar o resultado e controlar com posse de bola. André-Pierre Gignac está a viver a sua melhor época na equipa de Marselha com 8 golos em 7 jogos. O internacional francês é o melhor marcador da liga, piscando o olho a uma possível convocatória para a selecção gaulesa.

Em destaque também tem estado o Bordéus, actual 2º classificado. Em recuperação na tabela tem estado o Monaco de Leonardo Jardim. João Moutinho está a recuperar a sua melhor forma, tendo sido decisivo nas últimas vitórias dos monegascos em conjunto com o seu parceiro de miolo Toulalan.

Na 8ª jornada da prova o Mónaco recebe o Nice. O PSG desloca-se ao sempre difícil terreno do Toulouse. O Marselha recebe em casa o 3º classificado, o Saint-Ettiène. Não se prevê uma tarefa fácil para a equipa de Bielsa.

Bundesliga:

bUNDESLIGA

No seguimento da vitória caseira frente ao Paderborn 07, o Bayern de Munique ascendeu à liderança da prova com mais 1 ponto que o Bayer Leverkusen (assumem-se como candidatos ao título) e que o Hannover. A turma bávara já tem 4 pontos de avanço sobre o intermitente Borussia de Klopp. O Borussia ainda está a contas com várias lesões no seu plantel, casos de Nuri Sahin, Gundogan ou Mats Hummels.
O adversário do Sporting na Champions (Schalke 04) está a realizar um péssimo arranque de temporada.

Na 6ª jornada da prova, o Schalke recebe o Dortmund em Gelsenkirchen num jogo onde nenhuma das equipas deverá pretender perder mais pontos. O Bayern de Munique vai ao terreno do Colónia enquanto o Leverkusen vai ao Europa Park jogar contra o Freiburg.

Repare-se no fundo da tabela da prova: Werder Bremen de Robin Dutt, Estugarda e Hamburgo, três históricos do futebol alemão ocupam os lugares abaixo da linha de água. Se a equipa de Dutt tem argumentos para rapidamente sair daquelas posições, as equipas de Estugarda e Hamburgo tem que reverter rapidamente o rumo dos acontecimentos para não sofrerem dissabores nos próximos meses.

Liga periférica em destaque: Eredivisie

liga holandesa 2

Valeu a pena esperar. O PSV construiu nos últimos anos um colectivo forte para quebrar a supremacia do Ajax na prova. Alavancado pelas excelentes exibições de Memphis Depay a equipa de Stijn Schaars e Santiago Arias lidera a liga holandesa com mais 3 pontos que o tricampeão em título. O Feyenoord está a varrer os lugares de despromoção com 5 pontos conquistados em 6 jogos.

constatações

Rui Vitória – Destacou-se ao serviço do Fátima, na altura na 2ª divisão B ao subir a equipa do distrito de Leiria à 2ª Liga. Já tinha uma passagem pelos juniores do Benfica em 056. Rapidamente foi captado o seu potencial enquanto treinador que gosta de equipas a pressionar bem a meio-campo e a jogar a alta velocidade pelos flancos. Saltou para o Paços de Ferreira onde foi 7º na primeira época da 1ª Liga com um score de 10 vitórias, 11 empates e 9 derrotas na sua primeira época na 1ª liga. Dali saíria no início da temporada seguinte para Guimarães. Da 2ª divisão B para um histórico do futebol português em 5 anos.

Bernard – Gana – 19 anos – Na equipa B do Vitória marcou 9 golos em 26 jogos no Campeonato Nacional de Seniores.

Gui – Costa do Marfim – 21 anos –  Contratado ao Sporting da Covilhã da 2ª liga. clube pelo qual jogou por 89 vezes.

André André – 24 anos – Filho do antigo consagrado do Porto André. Formado nas escolas do FC Porto, foi dispensado quando atingiu a idade de sénior. Andou pelo Varzim na 2ª liga e na 2ª B, sendo então o melhor jogador de uma equipa completamente massacrada pelos problemas económicos. Ainda fez meia época em 2010\2011 pela equipa B do Corunha pela qual apenas realizou 3 jogos. Não vingou na Corunha. Apareceu em Guimarães em 2012 depois de ter feito 12 golos em 33 jogos pelo Varzim na 2ª B em 2011\2012.

Hernâni – 22 anos – Aparece em Guimarães em 2012\2013, época na qual é raramente utilizado. Estava a cumprir uma transição penosa para o escalão sénior no Atlético (2ª Liga e 2ª B) com uma passagem por empréstimo ao Mirandela na 2ª B. Foi utilizado em grande parte dos jogos nestas duas equipas mas não era titular indiscutível. No ano passado explodiu na equipa B do Guimarães com 9 golos em 26 jogos no CNS.

Cafu – 21 anos – Formado nas escolas do Benfica. Escolha pessoal de Rui Vitória. Foi um dos melhores marcadores do campeonato nacional de juniores em 2011\2013 com 23 golos em 32 jogos. Em 2012\2013 na equipa B do Benfica marcou 1 golo em 22 jogos, facto que lhe valeu a dispensa. No CNS, marcou 6 golos em 22 jogos pela equipa B do Guimarães.

Nii Plange – 25 anos – Gana – Foi contratado pelo Sporting para jogar na equipa B em 2012\2013. Inicialmente veio como um extremo capaz de jogar a ponta-de-lança. Nessa temporada marcou 4 golos em 28 presenças na equipa B leonina. Sendo um jogador formado na escola do Feyenoord do Gana, pode-se dizer que é um jogador com escola. Rui Vitória adaptou-o a lateral-esquerdo com relativo sucesso dado que a extremo o jogador é demasiado expansivo na sua abordagem ao jogo, facto que não lhe permite na maior parte das vezes tomar boas decisões quando tem bola. A lateral, Rui Vitória deu-lhe um sentido mais pragmatico ao jogo e está a aperfeiçoar-se o posicionamento e o desempenho defensivo.

Alex – 22 anos – Contratado ao Santa Clara, este jovem que já passou pelos quadros do FCP, tinha uma passagem muito modesta de 3 épocas pelos açoreanos. Pouco utilizado na equipa principal do Vitória na época passada (3 jogos\1 golo) está a ter a oportunidade na equipa que merece.

Tomané – 21 anos – Formado nas escolas do clube, por lá permaneceu em idade sénior, sem grande eficácia na equipa B do clube. Foi emprestado por uma temporada aos Limianos. É uma das grandes esperanças do clube para o futuro.

Aqui estão, penso, 9 provas inequívocas em como as equipas B são realmente um sucesso, em como, nos escalões secundários existem muitos talentos (tanto de nacionalidade portuguesa como jovens estrangeiros) capazes de jogar ao mais alto nível e, em como, os grandes por vezes não dão espaço nos seus planteis a jovens com talento com pergaminhos nas suas formações. Creio também que os grandes deveriam olhar para estes exemplos: não é preciso gastar tanto dinheiro na aquisição de um atleta estrangeiro quando dentro deste país nas divisões secundárias do nosso futebol existem semelhantes talentos que só precisam de uma oportunidade para serem explorados. O clube português por vezes não aposta no jogador português porque o campeonato português tornou-se um autêntico oasis para os empresários facturarem com comissões dos estrangeiros (sem qualidade) que trazem.