O Olheiro #7 – Son-Heung Min

min

Aos 22 anos, Son-Heung Min ainda não é o melhor jogador asiático da actualidade do futebol (na minha opinião é o japonês Keisuke Honda) mas tem tudo para o ser num futuro a médio prazo.

Agilidade, rapidez, muito técnico no controlo da bola a alta velocidade e na capacidade que tem de fugir às faltas, velocidade nas transições quando chamado a desempenhá-las no contra-ataque tanto pelo flanco direito como pelo esquerdo (no Leverkusen, o flanco-direito é quase sempre entregue a outro jogador muito veloz, Bellarabi) e uma capacidade ímpar de remate fora da área com os dois pés fazem deste coreano de 22 anos um jogador excitante que a meu ver irá rapidamente entrar na grande elite do futebol mundial. Actuando preferencialmente nos flancos (não descurando por exemplo fazer a posição de segundo avançado; no Leverkusen não tem grandes hipóteses para jogar atrás de Kiessling porque a posição 10 pertence ao dono daquilo tudo, nada mais nada menos que Çalhanoglu, outro jogador que os farmecêuticos foram resgatar por uma pipa de massa a Hamburgo; Çalhanoglu não se chegou a cruzar com o coreano em Hamburgo porque foi adquirido ao Karlsruhe com os valores pagos pela transferência do primeiro para Leverkusen), a rapidez de movimentos e a fortíssima capacidade de drible pode fazer com que o coreano parta constantemente para cima dos laterais adversários ou posicione-se numa posição mais interior à entrada da área (aproveitando por exemplo o balanço ofensivo interessante que tem laterais como Tim Jedvaj ou Wendell) para fazer 1 de 2 processos: combinar com o lateral e ir receber deste dentro da área ou receber do lateral nessa posição interior para rodar sobre o defensor e aplicar o seu poderosíssimo remate à entrada da área.

Sentindo-se confortável nos dois flancos, o internacional coreano descoberto em 2008 no Seoul FC\Selecção Coreana de sub-17 pelo departamento de scouting do Hamburgo (os olheiros da Bundesliga estão em força no mercado asiático; neste momento em toda a Bundesliga jogam 19 coreanos e japoneses nos planteis principais do elenco da Liga) foi um dos indiscutíveis beneficiários do efeito Guus Hidink, ou seja, de todo o programa de trabalho aplicado na formação sul-coreana pelo treinador holandês aquando da sua passagem pelo comando e direcção técnica daquela selecção entre 2000 e 2002, sendo convidado em 2010 para a Academia do Hamburgo aos 16 anos. Os 9 golos marcados na pré-temporada em 2010\2011 valeram-lhe um contrato profissional com a equipa do Norte da Alemanha e desde aí foi sempre a subir: 73 jogos oficiais pelo Hamburgo em 3 temporadas, 20 jogos e um bilhete para jogar em Leverkusen devido às dificuldades financeiras atravessadas em 2013 pela equipa da liga hanseática, numa transferência a rondar os 10 milhões de euros, concretizada precisamente pelo director desportivo da equipa de Leverkusen, um confesso admirador das suas capacidades: nada mais, nada menos que o histórico Rudi Voller.

O ano de 2010 também iria marcar a ascenção de Son aos convocados da selecção sul-coreana, subindo desde então de promessa do futebol daquele país asiático a líder indiscutível da selecção no Mundial do Brasil.

Anúncios

breves #19

Hugo Almeida –

hugo almeida

O ponta-de-lança português assinou pelo Al-Nasr, equipa dos Emirados Árabes Unidos. O jogador estava sem contrato desde 30 de Junho, altura em que o seu vínculo de 3 anos e meio terminou com os turcos do Besiktas. Durante o verão, o jogador esteve muito próximo de assinar por Cesena e West Ham. Apesar de ter ultrapassado o fecho do mercado como um jogador livre, sendo passível de assinar por qualquer clube fora da janela de transferências, nenhum clube europeu manifestou interesse no internacional português que agora vai para o Médio Oriente prosseguir a sua carreira.

Sepp Blatter – O mais alto dirigente do futebol mundial, recandidato ao lugar, afirmou hoje uma das linhas programáticas para o seu próximo mandato: criar jurisprudência desportiva que proiba a acção que os fundos de investimento em jogadores exercem actualmente no futebol mundial.

UEFA\SPORTING – A UEFA publicou na sua página oficial que o Sporting e mais 6 clubes estão a ser investigados pelo seu Comité de Controlo Financeiro (CFCB) por alegadas violações às regras do fairplay financeiro impostas por aquele organismo. Segundo nota publicada no site oficial do organismo, devidamente traduzida: “O CFCB iniciou uma investigação formal a sete clubes (Mónaco, Roma, Besiktas, Inter, Krasnodar, Liverpool e Sporting) por terem apresentado resultados negativos nos relatórios financeiros dos períodos de 2012 e 2013″ – o organismo anunciou também que cinco clubes – Bursaspor, Cluj, Astra Giurgiu, Buducnost Podgorica e Ekranas – viram os seus prémios financeiros retidos. Os clubes sob investigação tem os meses de Outubro e Novembro para apresentar informação complementar para evitar possíveis castigos que vão desde a retenção de prémios europeus à impossibilidade de gastar mais que um valor definido pela UEFA em contratações nesta e na próxima temporada, entre outros castigos possíveis.

A Sporting SAD já fez emitir um comunicado no site oficial do clube, remetendo a violação das regras por parte da anterior direcção da SAD do Clube, cujos responsáveis são Luis Godinho Lopes e Luis Duque.

Bruno de Carvalho – “Absolvição de Pinto da Costa é uma vergonha!” – O presidente do clube leonino afirmou à Sporting TV: “Infelizmente não é nada que não estivéssemos à espera. É dos casos mais vergonhosos do futebol português que infelizmente termina assim. O futebol tem a mania de não querer intromissões… Neste caso houve uma decisão técnica de um tribunal civil, que decidiu pela não legalidade das escutas, e o futebol agarrou essa decisão para ilibar quando toda a gente ouviu e sabe o que ele fez. Não posso por isso admirar uma pessoa que fez isto para alcançar o sucesso”

Lionel Messi\Wellington Oliveira – A cena protagoniza pelo brasileiro e pelo argentino nos minutos finais do jogo disputado na quarta-feira entre Málaga e Barcelona foi explicada pelo Brasileiro. O Brasileiro confessou que apertou com as mãos o queixo do argentino porque alegadamente este o terá insultado de “filho da puta”.

FC Porto\Sporting\João Moutinho –

João Moutinho

A C0missão Arbitral da Liga obrigou o FC Porto a pagar 1,8 milhões de euros ao Sporting pelas mais valias do negócio celebrado com o Mónaco aquando da transferência de João Moutinho. O Sporting reclamava receber 25% das mais valias realizadas no negócio (cerca de 3,5 milhões de euros por 14 milhões de mais valias – o Porto comprou Moutinho por 11 e vendeu por 25).

Na sua defesa, a SAD do FC Porto alegou que desse valor se deveriam “descontar” valores respeitantes ao mecanismo de solidariedade FIFA e parte da comissão ao intermediário do negócio, Jorge Mendes. Feito um pagamento de 1,7 milhões aquando da altura da transferência, a Comissão Arbitral obrigou a SAD do Porto a pagar os restantes 1,8 milhões para contabilizar os 3,5M pedidos.