Dualidade de critérios

Se Maicon é muito bem expulso por esta entrada por Jorge Ferreira…

porque é que Samaris, com uma entrada do mesmo género sem bola, não o é por Hugo Miguel? É nestas pequenas coisas que sinceramente não consigo perceber a arbitragem em Portugal. A inexistência de critérios uniformes, desprovidos de emocionalidade para executar a lei indiferentemente da conjectura que se pode fazer do jogo aquando da tendência do resultado no momento da acção, a brandura dos critérios disciplinares em algumas acções que põem em risco a integridade física de colegas de profissão. Não percebo.

Anúncios